ARQUIVOS
Matéria originalmente postada no G1 em 11/11/2009.

Áreas comuns do prédio não tiveram interrupção de energia.
Aparelho a diesel teve de ser reabastecido durante a madrugada.

Um dos maiores prédios de São Paulo, o Edifício Copan, no centro da cidade, não registrou problemas durante o apagão que atingiu dez estados brasileiros e o Paraguai na noite desta terça-feira (10). Um gerador a diesel garantiu iluminação em 1,8 mil pontos da área comum e o funcionamento normal dos elevadores.

 

De acordo com o síndico do Copan, Affonso Celso Prazeres de Oliveira, poucos segundos depois da queda de energia, o gerador começou a funcionar.

 

Nos 1.160 apartamentos, onde moram cerca de 5 mil pessoas, o fornecimento de energia oscilou ao longo da noite, segundo leitores do G1.

 

“Graças ao gerador, correu tudo bem. Mesmo sem luz nos apartamentos, não registramos nada. Nem mesmo os moradores doentes fizeram chamados durante a madrugada”, contou Oliveira.

Eletricistas que trabalham no condomínio foram chamados para acompanhar a situação durante a noite e a madrugada. Alexsandro Pereira da Silva foi um dos responsáveis por reabastecer o gerador por volta das 2h.

 

“Como ele precisa ser carregado a cada seis horas, reabastacemos às 2h para ter energia no prédio até o começo da manhã. É a segunda vez que acontece um corte de energia como esse, mas ocorreu tudo bem”, disse o eletricista.

 

O síndico, que mora no Copan há 46 anos, contou ainda que cerca de 80 moradores desceram até a calçada da Avenida Ipiranga para ver como estava a vizinhança com o apagão. Por volta das 3h30, todos já estavam em casa novamente.

.

TEM MAIS!

Receba agora em seu e-mail nosso e-book falando tudo sobre Grupos Geradores
Receber Agora
close-link
Receba nosso conteúdo diretamente no seu e-mail
Enviar